Carnaval X Alergias

Carnaval X Alergias

Nesse carnaval muitos foliões vão cair no samba. Porém, é preciso tomar alguns cuidados com os sprays de espuma, pinturas de rostos em crianças, por exemplo, que podem desencadear um processo alérgico.

Pensando nisso, a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI) preparou algumas dicas para você se divertir com muita saúde:

Sprays de espuma podem causar alergias?

São principalmente irritantes primários e podem causar lesões em mucosas, como olhos, boca e nariz. Não podem ser ingeridos e nem devem ser usados por crianças. Alguns não obedecem às normas do INMETRO por serem importados de forma ilegal, além de serem inflamáveis. O contato prolongado com a pele pode causar sensibilidade, que é uma forma de alergia.

Quais os cuidados na hora de pintar o rosto da criança para o Carnaval?

Usar tintas orgânicas, cobrir pouco a pele, já que áreas extensas cobertas perdem a capacidade de eliminar toxinas e não deixam o suor sair. Muito cuidado com olhos e boca, já que essas tintas podem ser tóxicas. Não deixem as crianças dormirem sem remover a tinta com água e sabonete.

Praia e feriado de Carnaval é uma ótima combinação. Mas quais os cuidados para quem é alérgico a frutos do mar?

Um dos cuidados é não ter contato com outros alimentos que possam conter a proteína alimentar que causa a alergia, além de seguir orientações médicas sobre o plano de ação no caso de emergência. Quem nunca teve reação, não é possível prever se algum dia terá. Então, caso apresente algum sintoma alérgico durante a refeição, deve-se, imediatamente, interromper o consumo do alimento e procurar auxílio médico.

Borrachudos, pernilongos… Como se prevenir contra esses insetos?

A melhor prevenção é usar mosquiteiro na cama, telas contra insetos nas janelas, repelentes na pele, conforme a idade, e inseticidas. Evite ambientes abertos no início e final do dia. Cuidado com gramados onde proliferam formigas.

Quais os outros cuidados para passar um Carnaval sem preocupações?

Lembre-se de hidratar bem as crianças, oferecer alimentos leves, moderar nos doces e balas coloridos e evitar roupas que cubram todo o corpo, o que pode aumentar a sudorese, causando desidratação e insolação por excesso de calor.

Fonte- ASBAI

Imagem: Istock.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *